fbpx
3-problemas-no-e-social-que-causam-transtorno-para-as-domesticas
Economia

3 problemas no e-Social que causam transtorno para as domésticas

As tecnologias vieram para melhorar a nossa qualidade de vida. Com elas, atualmente, podemos trocar mensagens instantâneas com parentes e amigos que moram do outro lado do mundo, por exemplo.

Entretanto, quando elas não são implementadas e gerenciadas de maneira correta, o dia a dia de uma pessoa pode ser prejudicado e problemático.

Infelizmente, isso vem acontecendo com as domésticas que passaram a utilizar o eSocial Doméstico. Assim, essa ferramenta que deveria facilitar, vem apresentando falhas e causando transtornos.

Por isso, neste post abordamos  os  três principais problemas no sistema. Então, tenha muita atenção em sua leitura e prepare-se para conhecer os pontos de reclamações mais comuns dessa plataforma e como resolvê-las!

1. Falta de reconhecimento dos pagamentos

O e-Social foi criado para facilitar a vida de empregadores e de domésticas, mas, até o momento, não é o que está acontecendo. Um de seus principais problemas é a falta de integração do sistema com o INSS.

Com isso, apesar da arrecadação dos valores pagos, há uma falta de comunicação e as informações sobre esses pagamentos não chegam às agências. Algumas reportagens mostram que, em certos casos, o Documento de Arrecadação do eSocial não apresenta as assinaturas necessárias para ser validado.

Outra situação muito comum é a não emissão das guias de pagamento. Nessas horas, por causa da falta de preparo dos servidores digitais, o sistema fica indisponível e algumas pessoas não conseguem emiti-las.

Como consequência, caso o prazo já tenha acabado, os contribuintes podem ser multados.

2. Problemas para conseguir benefícios

A legislação trabalhista brasileira também garante benefícios para as trabalhadoras domésticas, entretanto, por causa de problemas no eSocial Doméstico, elas não conseguem obtê-los.

O que deveria ser fácil e tranquilo, como o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ou o recebimento do auxílio-doença, torna-se uma grande dor de cabeça.

Recomendamos que todas as guias originais pagas e autenticadas sejam bem guardadas. Estes documentos devem ser apresentados sempre que necessário para fins de prova junto ao INSS no momento de requerer qualquer benefício.

O mesmo vale para o FGTS.

3. Dificuldades para se aposentar

Infelizmente, a falta de comunicação e de troca de informações entre os sistemas da Receita Federal e do INSS também atrapalham a aposentadoria de muitos profissionais.

Isso acontece, pois, como não há o registro dos pagamentos, muitas domésticas não conseguem se aposentar. Mesmo estando em dia com suas contas e todas as informações inseridas corretamente no eSocial Doméstico.

Desse modo, após trabalharem por um longo período, elas são surpreendidas ao  dar entrada no processo de aposentadoria nas agências da Previdência Social, frustrando seus sonhos e planos.

A contratação de uma empregada doméstica deve ser realizada de acordo com as exigências da lei e de forma correta. Por isso, antes de tomar qualquer decisão, você deve conhecer a realidade do mercado e tomar atitudes eficientes.

Nessas horas, os problemas no e-Social devem ser superados a todo custo. Por mais que a resposta para certos casos esteja fora de seu alcance, é muito importante conhecer os problemas e os transtornos que eles causam.

Além disso, hoje em dia, é possível encontrar ajuda especializada nesse assunto e evitar qualquer tipo de transtorno. Então, faça uma pesquisa de mercado e encontre uma assessoria pronta para tirar suas dúvidas e solucionar seus problemas.

Agora, assine a nossa newsletter e fique por dentro dos melhores conteúdos sobre a gestão dos seus colaboradores domésticos!



Teste agora por 30 dias gratuitamente e avalie.
Assine nossa newsletter para receber nossos conteúdos diretamente
no seu e-mail sem nenhum custo, e fique por dentro das nossas dicas!